Maior baterista italiano curado e convertido em Medjugorje

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

tuliodepiscopo

Tullio de Piscopo é considerado o baterista italiano mais importante da sua época. Nascido em 1946 tocou com os melhores músicos do seu país e do cenário internacional passando a vida em diversos grupos musicais.

Mas se ele deve algo à música ele também deve algo a Virgem Maria pois em Medjugorje encontrou a paz que tanto buscava. A sua conversão foi marcada pela Mãe de Deus que encontrou-se com ele através de um câncer que quase acabou com a vida deste músico italiano. Como ele mesmo conta, passou da blasfêmia à oração por  meio de Maria. Agora é outra pessoa.

Tullio explica que como adulto não era religioso mas que tinha um lugar de fé em sua família que era muito devota de Padre Pio e da Virgem de Pompéia, algo que também ele levou consigo durante toda a sua vida. Um amigo lhe falou de Medjugorje mas a coisa nunca passou disto.

Mas como ele mesmo conta, a sua vida deu uma guinada em 2012. Este foi o ano-chave em que se sucederam uma série de acontecimentos nos quais a Virgem lhe esperava e que finalmente os trouxeram de volta à Igreja.

Tullio recorda de uma reunião de negócios. Um músico, Rodolfo Vitale, olhou nos seus olhos e lhe disse: “Você é uma pessoa extraordinária”. E nesse momento lhe deu uma estampa da Virgem. Pouco depois outra pessoa lhe  deu outra imagem de Maria, algo que ele novamente achou estranho.

Pouco depois chegou o ponto de inflexão. Neste mesmo ano de 2012 detectaram um câncer de próstata e lhe disseram que poderia ter no máximo seis meses de vida. Neste instante lhe veio à cabeça a Virgem Marira que lhe tinham dado meses antes.

Foi operado com êxito, e consideraram isto um milagre, e Tullio prometeu que a primeira coisa que faria seria dar graças à Virgem e que iria com sua esposa e várioss amigos até Medjugorrje, a primeira peregrinação das muitas outras que já realizou.

Sua vida tomou um rumo definitivo neste local de peregrinação mariana: “mesmo se você não rezar, outros rezam por ti, porque o mais importante em Medjugorje é a oração”, recorda Tullio que em muitas ocasiões se separava do grupo para poder rezar sozinho.

Este grande músico caiu aos pés de Maria e de Seu Filho porque em Medjugorje descobriu outra graça importante: “outra coisa que vivi em Medjugorje foi a adoração eucarística”. Também foi tocado pelos testemunhos dos jovens que vivem em uma comunidade ali. Mas foi a oração que se vive em Medjugorje que mudou a sua vida.

Foi precisamente esta oração que permitiu iluminar os erros que cometeu no passado e aqueles que até o momento não estava consciente. “Continuamente eu peço perdão a Deus e a Nossa Senhora pelos erros que eu cometi” e recorda como em sua juventude se aproveitou das pessoas para alcançar o êxito e por isto pede perdão agora. “Quando estou diante da Hóstia Consagrada me sinto limpo”.

Tullio de Piscopa afirma que as pessoas notaram a sua mudança na volta desta peregrinação e que o viam com muita paz. Via a vida de outra maneira, em um prisma diferente. Não voltou a ser o mesmo. Agora, ajuda outros a voltarem à Igreja.

“Como a prevenção médica ajuda a ter uma melhor saúde, a prevenção de oração espiritual diária – Até mesmo uma Ave-Maria nos permite compreender o que realmente vale a pena na vida.”

Ficou no passado aquela baterista famoso que blasfemava. Agora dedica-se ao louvor e à adoração. Tudo graças ao seu encontro com a Virgem através da enfermidade.

Traduzido do espanhol por Gabriel Paulino – fundador do Portal Medjugorje Brasil – http://www.medjugorjebrasil.com.br

Fonte da matéria: https://rosasparalagospa.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *