Padre Antonio Furtado: “Em Medjugorje o Senhor está nos falando através de Sua Mãe”

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

padreantoniofurtado

Padre Antônio Furtado vem de Fortaleza, cidade localizada no Nordeste do Brasil. A sua primeira visita a Medjugorje foi em 1996, quando ainda estudava Teologia. Durante um programa na Rádio MIR Medjugorje, ele nos falou de seu caminho de vida e de sua vocação sacerdotal. Ele entrou no seminário ainda muito jovem e logo chegou para ele o tempo das primeiras crises. Naquele período ele encontrou a comunidade carismática SHALOM, que foi fundada exatamente por uma inspiração recebida pelos seus fundadores sobre Medjugorje. Vivendo naquela comunidade, ele reforçou a sua decisão de tornar-se sacerdote e finalmente em 2002, foi ordenado presbítero. Padre Antônio nos falou ainda da Igreja no Brasil, de seu trabalho com os jovens e como ele vive as mensagens de Nossa Senhora. Ele nos disse que entrou no seminário com apenas 13 anos: “Após sete anos no seminário tive a minha  crise na vocação. Naquele período conheci a comunidade católica SHALOM, nascida em Fortaleza em 1992, quando o Papa São João Paulo II veio visitar a nossa diocese. Aquele movimento carismático mudou a minha vida. Naquele período, o Bispo deveria escolher um jovem que daria um presente ao Papa. O nosso fundador tinha escrito uma carta ao Papa na qual afirmava querer doar a sua vida pela santificação dos jovens. Assim nasceu a comunidade SHALOM. O nosso fundador escreveu sobre Medjugorjeem nosso estatuto. Já de fato tinha ouvido falar deste lugar e daquilo o que Nossa Senhora dizia. Escreveu no estatuto aquilo que deveríamos viver é o mesmo que Nossa Senhora diz em Medjugorje. Nossa Senhora fala de oração pessoal e de jejum. Também nós devemos ler a Sagrada Escritura, celebrar a Santa Missa e fazer Adoração. Tudo isto é vivido no contexto de uma comunidade laica. Nesta também vivem os sacerdotes, casais consagrados e lais celibatários. Conheci a comunidade e me aproximei dela. Vendo como aqueles jovens viviam a vida comunitária, a minha vida foi renovada. Então entrei na comunidade, amadureci e comigo amadureceu também a minha vocação. Em comunidade podia escolher entre casar, permanecer no celibato ou consagrar-me, tornar-me sacerdote. Ao final, porém, o Senhor me chamou”.

Padre Antônio também disse que a Igreja no Brasil tem grande necessidade de evangelização. Atualmente ele é capelão junto ao principal centro de evangelização de Fortaleza, e diretor da rádio SHALOM:

“Trata-se de uma rádio católica, que tem uma programação de 24 horas por dia, parte da qual é retransmitida por outras oito estações de rádio. Eu difundo a mensagem da Divina Misericórdia. revelada por Jesus a Santa Faustina Kowalska. Tenho um programa de televisão diário de poucos minutos no qual falo do Terço da Divina Misericórdia. Na rádio tenho um programa diário, que vai das 14:00 até as 16:00 na qual entre outras coisas, rezo o Terço da Divina Misericórdia. Também viajo muito e todas as quintas-feiras, celebrou uma Santa Missa na qual participam cerca de 50 pessoas: é uma Missa pelos que sofrem e pelos doentes que tem necessidade de cura. A Comunidade SHALOM dedica-se a Evangelização dos jovens. Em julho de cada ano temos, assim como vocês aqui em Medjugorje, um festival jovem no qual, durante 5 dias, participam mais de 1 milhão de jovens”.

Falando sobre Medjugorje, padre Antonio salientou que as aparições de Nossa Senhora são um dom para nós, pessoas deste nosso tempo: “A espiritualidade de nossa comunidade é baseada nas cinco mensagens fundamentais de Nossa Senhora em Medjugorje. A minha primeira visita a Medjugorje foi logo depois da guerra; vir aqui era muito difícil. Estando na colina das aparições, percebi que tinha sido Nossa Senhora que tinha me levado até aqui. Penso que até agora vim aqui seis ou sete vezes.

De Medjugorje volto sempre cheio de força, para poder prosseguir a minha vida de evangelização. Em Brasil também formei grupos de oração, que procuro trazer a Medjugorje.

Nós nos encontramos às terças-feiras para rezar o Rosário. Começamos sempre os encontros lendo a última mensagem de Nossa Senhora em Medjugorje. Aqui em Medjugorje nós temos uma grande graça: O Senhor está falando através de sua Mãe. Temos a responsabilidade de comunicá-Lo aos outros, de evangelizar, de falar a todos e em particular aos jovens, sobre as mensagens de Nossa Senhora”.

Traduzido por Gabriel Paulino – Fundador do Portal Medjugorje Brasil – www.medjugorjebrasil.com.br

Fonte da matéria: http://www.medjugorje.hr/it/attualita/il-sacerdote-brasiliano-p.-antonio-furtado-%C3%A8-venuto-in-pellegrinaggio-a-medjugorje,7873.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *