papas

MEDJUGORJE E O SONHO DO PAPA PIO XI

MEDJUGORJE E O SONHO DO PAPA PIO XI

1 minuto O ano de 1933 foi designado por Roma como Ano Santo e o pároco de Medjugorje, Brno Smoljan, foi convocado para ir até Roma pelo Papa Pio XI. Ele contou que durante um sonho ouviu uma ordem de construir uma cruz “no mais alto Gólgota da Herzegóvina”, em uma região que ele não conhecia. Frei Smoljan voltou para casa com a missão de construir uma grande cruz que seria vista a quilômetros de distância. Os paroquianos quebraram as pedras da montanha do Continue lendo

Papa sobre Medjugorje: “que as pessoas se convertem, encontram Deus, mudam de vida, isso não se pode negar.”

Papa sobre Medjugorje: “que as pessoas se convertem, encontram Deus, mudam de vida, isso não se pode negar.”

menos de 1 minuto Em Fátima, temos visto um grande testemunho da crença popular, o mesmo que também é encontrado em Medjugorje. O que você acha dessas aparições e do fervor religioso que o despertou e o senhor decidiu nomear um delegado episcopal para aspectos pastorais? “Todas as aparições ou alegadas aparições pertencem à esfera privada, não fazem parte do magistério ordinário público. Para Medjugorje Bento XVI nomeou uma comissão presidida pelo cardeal Ruini. Eu recebi o resultado, foi composta por bons teólogos, bispos e cardeais. O relatório Continue lendo

PAPA FRANCISCO SOBRE MEDJUGORJE: “OS FRUTOS NÃO SE PODEM NEGAR”

PAPA FRANCISCO SOBRE MEDJUGORJE: “OS FRUTOS NÃO SE PODEM NEGAR”

menos de 1 minuto Em seu voo de retorno à Roma após as festividades dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima, Papa Francisco afirmou que as aparições de Nossa Senhora em Medjugorje continuam sob investigação mas que: “Devemos separar as primeiras aparições, quando os videntes eram jovens e as atuais aparições” e que “Os frutos espirituais e pastorais não se podem negar”. Traduzido do espanhol por Gabriel Paulino – fundador do Portal Medjugorje Brasil – www.medjugorjebrasil.com.br Matéria original: https://es.zenit.org/articles/apariciones-de-medjugore-francisco-cita-el-informe-runini-serias-las-primeras-dudosas-las-recientes/