2 Comentários


  1. Conquanto, com dificuldades de acesso, li, mesmo em diagonal, o conteúdo. Ora bem, em Medjugorje, Bósnia-Herzegovina, já estava “predestinado” acontecer o que está acontecendo há muito ano. Juntando peças da História Universal há razões e atualmente mais do que nunca. Há imensa gente que compreende seu significado, mas outra vou duvidar. A situação é de tal forma “forte”, que chega a ser difícil para entenderem. Por outro lado, quem muito necessita, e cada caso é um caso, de qualquer maneira ali vai e vem “atendido”. É que a nossa sociedade já nem tem tempo para pensar e vivem, como dizem, “um dia de cada vez”. É preciso compreender o nosso papel, não só perante nós, mas perante o que se anda fazendo aqui na Terra. Ler, documentar, levantar questões, falar com quem constrói nunca fez mal a ninguém. Medjugorje está, em seu objetivo, fortíssimo e cumpre às pessoas, pelo menos, respeitar, porque no dia de hoje pode-se estar bem com a vida, amanhã não se sabe. E antes não surgissem problemas…

    Responder

  2. Deixo, como remate deste meu comentário, estes pensamentos que se encaixam neste puzzle. “Não há nada de tão belo como aproximarmo-nos da Divindade e espalhar os seus raios pela raça humana” L. Beethoven
    “A prioridade é sermos honestos connosco. Nunca poderemos ter um impacto na sociedade se não mudarmos primeiro. Os grandes pacificadores são todos gente de grande integridade e honestidade mas também, de humildade” Nelson Mandela Por fim, de minha autoria: “É no silêncio da nossa interiorização que encontramos um engenho desconhecido”

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *