ENVIADO VATICANO AFIRMA: “NÓS SOMOS A GRANDE FAMÍLIA MEDJUGORJEANA NO MUNDO”

Tempo de leitura: 8 minutos

Compartilhe com seus amigos!

Homilia do arcebispo polonês Henryk Hoser no dia 24 de setembro de 2018 em Medjugorje:

Matéria original: https://infomedjugorje.org/mons-hoser-nosotros-representamos-la-gran-familia-medjugoriana-en-el-mundo/

Irmãos e irmãs, nesta tarde falarei em francês.

Hoje somos tão numerosos e representamos a grande família medjugorjeana. Família que está espalhada em todo o mundo.

No domingo passado estive em Viena onde participei da noite de oração medjugorjeana na Catedral de Santo Estevão. A Catedral estava lotada e esta é a maior igreja desta diocese [de Viena].

Como família de Medjugorje no mundo, temos uma grande responsabilidade; uma destas responsabilidades é o conhecimento da Sagrada Escritura, que é uma das cinco pedrinhas de Medjugorje, a cada dia aqui a Palavra do Senhor é colocada em sua plenitude. Esta Palavra de Deus é alimento para os nossos corações. Se vocês seguirem a leitura, poderão ver que sempre responde às situações existenciais de cada um de nós. Aqui encontramos a Luz, a Luz que ilumina as trevas, a luz que nos faz ver o caminho, e por isso não o vemos. Jesus diz quando se acende uma lâmpada, é necessário colocá-la em um local visível, para que assim todos os que entram possam ver a luz.

De onde vem esta luz ? Na Sagrada Escritura a palavra “LUZ” é usada outras 600 vezes. O Evangelista São João é um teólogo da Luz e explica de onde vem a “Luz” e como comportar-se diante Dela.

No Evangelho de São João, ele diz que pela Palavra de Deus tudo foi criado, e que sem Ela não existe nada, Ela é a Luz e a Luz é a Vida dos homens. Nesta Palavra de Deus, que é Jesus Cristo está a luz, está a vida, a vida para os homens. João acrescenta que a Luz brilha nas trevas, mas as trevas não a receberam.

Nós compreendemos que a Luz do Senhor é mais forte que a escuridão. E esta “Luz” que é a Vida, é mais forte do que a morte. Logo, precisamos compreender bem, que esta luz que nos ilumina, ilumina também a relação entre Deus e nós, e entre nós e Deus. Esta relação é o mais importante em nossa vida. Porque esta é a relação que nos dá a vida, nos faz ver quem somos, nos faz ver porque vivemos, nos faz ver o propósito de nossa vida, nos diz porque vivemos.

Esta relação com Deus é a chave de nossa relação com os outros. Quanto mais forte é a nossa relação com Deus, tanto mais forte será a nossa relação com o próximo. Com aqueles que vivem em nossa casa e aqueles que moram fora de nossa casa. Aqueles que interrompem a nossa relação com Deus estão perdidos, estas são pessoas que não sabem de onde vieram, para onde vão e o que o que fazem, porque estão imersos na escuridão onde há tristeza, depressão que os leva diretamente ao fim de suas vidas.

Esta luz é tão importante que a cada momento do dia devemos escolher o que é correto. Somos iluminados por esta Luz do Senhor, para iluminar a todos em nosso redor. Nós dividimos esta luz com aqueles que estão ao nosso redor. Jesus disse: “EU SOU A LUZ DO MUNDO”, isto disse aos Seus Apóstolos. Os que caminham na Luz não tropeçam porque é a Luz deste mundo. Os que caminham na escuridão tropeção porque não tem a Luz com eles.

Jesus diz que esta Sua Palavra não é qualquer Palavra. E lhes diz que caminhem de forma que estejam na Luz, para que a escuridão não os detenha. Aqueles que caminham na escuridão não sabem para onde vão, nem para onde estão andando.

Esta Luz do Senhor, na leitura de hoje, nos dá a lista daquilo que devemos fazer. Como nós devemos nos iluminar com esta luz em primeiro lugar, que é a luz do amor e não desistir de fazer o bem que posso fazer; mesmo que digamos que não podemos fazer nada, sempre podemos fazer algo, seja concretamente, de forma material, um gesto, uma palavra, ou oferecer o jejum por alguém; nós podemos dar luz. Não diga ao seu próximo “vá e volte amanhã” se você tem algo que pode dar naquele momento. Porque Deus ama àquele que “dá” instantaneamente.

Como podemos iluminar o nosso redor ? Não fazendo o mal ao próximo que confia em ti. Insisto na necessidade de viver em confiança. É a confiança que alguns tem fruto do grande conhecimento que a pessoa tem. Se não cuidamos da confiança, a perdemos; depois esta confiança que tínhamos há muito tempo se vai em um instante.

Não brigue sem motivo contra ninguém, se não te fez nada de mau. Não provoque desilusões por culpa do egoísmo, da falta de confiança, das presunções de alguém, vivendo como uma pessoa violenta, irritando-se por qualquer coisa. Existem pessoas violentas que causaram muito mal ao seu próximo. Ao Senhor causa horror o perverso, enquanto ELE ama as pessoas simples. Nós podemos ser luz, ao menos se acolhermos o ensinamento que nos dá hoje a leitura do livro dos provérbios. Hoje esta Santa Missa celebramos em união com uma organização que se chama “Ajuda à Igreja que sofre” a qual é uma grande família, uma organização conhecida também na Alemanha, na América, é uma organização que ajuda a Igreja em dificuldade.

Nossa Igreja está em perigo, não somente externa por causa da perseguição, pois o cristianismo hoje é a religião mais perseguida do mundo. A outra crise é no interior da Igreja; esta crise vem com a falta de fé dos leigos, sacerdotes, bispos, eles são os que perderam a Luz ao longo do seu caminho, por meio de coisas que são grandes pecados. O grande pecado dos leigos é a apostasia. O Papa São João Paulo II e Bento XVI diziam que o homem vive como se Deus não existisse, eles não estão iluminados pela Luz Verdadeira, mas estão nas trevas.

Esta dificuldade que a Igreja tem é um desafio e também a possibilidade de retornar a esta verdadeira e autêntica Igreja. Vocês sabem que as obras humanas vem dos homens e o homem nasceu do povo. Cada um de nós, cada fiel, é como uma célula no corpo místico de Cristo; nós sabemos que este Corpo Místico de Cristo está imerso em humanidade. Vocês sabem que o câncer começa a crescer dentro das células, das células que estão boas. Nós somos células do Corpo Místico de Cristo, células que vivem a plenitude da vida.

A Igreja de Cristo é uma família universal, uma família que está em todo o mundo; Medjugorje se converteu em uma imagem desta universalidade da Igreja. Eu penso que os peregrinos que vem aqui, vem pelo menos de 80 países do mundo. Temos um maravilhoso festival de jovens em agosto que reuniu jovens de 72 países do mundo, e assim a nossa família medjugorjeana deve se difundir em todo o mundo para se fazer presente em todos os lugares. Nossa Rainha, nossa Mãe é a nossa guia e nos leva ao longo deste caminho de Luz que está perto de cada um de nós; se eles vem até nós e perguntam: “o que devo fazer”, é enviado até Cristo.

Vocês podem expressar esta devoção mariana quando  passam horas em frente da Igreja [de São Tiago] na estátua da Virgem, quando sobem o Krizevac, rezando a Via Sacra, ou passando horas em frente ao Cristo Ressuscitado, assim chegamos até a fonte da Igreja, a Igreja nasce de Cristo, nasce de seu lado atravessado e vemos que a Igreja é a nova Eva nascida do novo Adão, a personificação da nova Eva é a Bem-Aventurada Virgem Maria que é a Mãe da Igreja, o novo Adão é Jesus Cristo que é a cabeça da Igreja, e estamos orgulhosos porque somos cristãos e chegamos até a fonte da Luz, da Vida, assim ajudamos a Igreja que está em crise.

Medjugorje converteu-se em um lugar onde chega esta renovação da Igreja, a Ressurreição da Igreja.

Continuemos caminhando neste caminho  de Luz, seguindo o Senhor que nunca fica em silêncio.

Se você deseja adquirir um terço vindo de Medjugorje e abençoado por Nossa Senhora em suas aparições não perca tempo !! CLIQUE AQUI !!

 

Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *