Jakov: “A beleza de Nossa Senhora está no amor”

Compartilhe!

Tempo de leitura: 9 minutos

Trecho retirado do livro: La Mia Giovinezza con la Madonna – Intervista da Padre Livio a Jakov Colo dai microfoni di Radio Maria – 2000

Padre Lívio: Jakov, notei que você vai rapidamente a essência das coisas. Não passou longo tempo descrevendo Nossa Senhora em seu aspecto exterior, mas decidiu colher a substância, dizendo que Nossa Senhora é Mãe e como uma mãe se manifesta em nossas lutas. Mas agora procure, se for possível, descrevê-la em seus aspectos exteriores, como aparece esta mãe.

Jakov: Penso que esta é a pergunta mais difícil que se pode fazer.

Comentário de Padre Lívio: Em Medjugorje Nossa Senhora se manifesta sobrenaturalmente como Mãe. Também nos primeiros dias atribuiu-se o título de Rainha da Paz, não há dúvida que Suas mensagens sublinham antes de tudo a Sua tarefa materna. Já no início de cada mensagem, com as palavras “Queridos filhos”, repete frequentemente a mesma mensagem com o termo “filhinhos”, que nos chama a Sua presença como Mãe de Jesus e nossa mãe. Numerosas vezes nos recorda, quase tínhamos esquecido que Ela é nossa mãe.

Esta ênfase é claramente imposta pela Igreja. De fato a maternidade de Maria nas lutas da Igreja e de cada um de nós foi um dos temas que caracterizou o Concílio Vaticano Segundo. Como em Lourdes que Nossa Senhora veio confirmar quando a Igreja havia declarado o dogma da Imaculada Conceição, assim em Medjugorje concretizou em nossa vida o ensinamento da Igreja sobre Maria como Mãe da Igreja.

Padre Lívio: Me dou conta que não é fácil encontrar as palavras, mas faça aquilo que te for possível.

Jakov: Penso que ninguém poderá nunca descrever a beleza de Nossa Senhora ou aquela alegria e aquela paz que Nossa Senhora te transmite naquele momento. Tudo aquilo que de belo há Nela tu sentes em teu coração. Mas sobretudo é mãe. Todos, quando temos necessidade, vamos para a mãe. Do mesmo modo, Nossa Senhora é uma Mãe que sempre está disponível em direção a nós, sempre disponível em escutar, sempre disponível a nos dar um conselho e para defender-nos daquela situações brutais que hoje nos cercam. Devemos pedir ajuda a Ela.

Padre Lívio: Jakov, você ama sublinhar o aspecto de Maria como Mãe. De outra parte é Ela que deseja apresentar-se assim a nós, segundo a missão que Jesus confiou a sua Mãe. Porém, você que tem 28 anos, é mais velho que Ela. Segundo você, quantos anos parece ter Nossa Senhora ?

Jakov: Nossa Senhora tem a sorte de não envelhecer nunca !

Padre Lívio: Não envelheceu em todos estes anos que te aparece ?

Jakov: Nossa Senhora, como nós a vemos, aparece sempre muito jovem: 21 ou 22 anos

Padre Lívio: Muito jovem, portanto. Mas como faz para que A sinta como Mãe, sendo assim jovem ?

Jakov: Mas é exatamente isto que se sente. Se sente precisamente no coração, porque Nossa Senhora não é como nós pensamos, uma moça de 20 anos como as nossas, como as moças que encontramos sobre a terra. Nossa Senhora é diferente… se vê precisamente que é enviada por Deus.

Comentário de Padre Lívio:  Extraordinário este comentário de Jakov que colhe de Maria no seu íntimo e particular relacionamento com Deus. A Sua juventude é uma participação na eterna juventude de Deus, Mas sobretudo a Sua maternidade é um reflexo da divina paternidade e maternidade.

Maria, no exercício de sua tarefa materna, manifesta-se a nós de um modo único e irrepetível, um tom de ternura e de amor infinito do Pai Celeste às Suas criaturas. Jakov coloca muita luz no lugar de Maria como um sinal de Deus.

Padre Lívio: Ela mesmo disse que veio porque é enviada por Deus.

Jakov: Se vê que Ela é enviada por Deus e que deseja realizar os Seus planos na luta de cada um de nós. Deseja ajudar a cada um de nós e, como uma verdadeira Mãe que se ocupa de Seus filhos, Ela deseja ocupar-se de todos nós.

Padre Lívio: Pela sua atitude e pela sua preocupação se sente todo o Seu amor materno.

Jakov: Certamente, mas também através de Seus olhos.

Padre Lívio: Pelos Seus Olhos ?

Jakov: Basta olhar Nossa Senhora e naquele momento aquele olhar te transmite tudo aquilo que de belo está Nela.

Padre Lívio: Não se pode descrever os seus olhos ?

Jakov: Não, seguramente não.

Padre Lívio: Não basta dizer que são azuis ?

Comentário de Padre Lívio:  Também Bernadette nos deu testemunho que os Olhos de Nossa Senhora são azuis. O fez quando Nossa Senhora, em 25 de março de 1858, revelou o Seu Nome de Imaculada Conceição. Primeiro Nossa Senhora abaixou Suas mãos para a terra, depois As levantou, unindo-as na altura do peito e, enquanto levantava os olhos para o céu, num ato de profundíssima humildade e gratidão, nos revelou Seu Nome.

Jakov: Sim, não basta dizer que os olhos são azuis.

Padre Lívio: Mas que coisa há nos Seus olhos ? Que coisa vês de extraordinário nos Seus olhos ?

Jakov: Nos Seus olhos se vêem toda a beleza que Nossa Senhora pode transmitir, toda a bondade de uma Mãe, tudo aquilo que pode dar uma mãe, tudo aquilo que tem de belo, tudo aquilo que de belo uma mãe deseja para Seu filho. Tudo isto vejo nos olhos de Nossa Senhora.

Padre Lívio: E em seu sorriso o que vês ?

Jakov: Também nele vejo a mesma coisa. As nossas mães tantas vezes estão irritadas conosco ou nos gritam, mas Nossa Senhora nunca. Tantas vezes, porém, Nossa Senhora está triste. Mas também choro pelos que não crêem.

Padre Lívio: Você A viu chorar ?

Jakov: Sim, A vi. Por precaução, desejo revelar um fato que talvez poucos saibam. Como sabemos, Nossa Senhora agora  vem no dia 2 de cada mês a Mirjana para rezarem juntas pelos que nâo crêem. Uma vez, muitos anos antes disto, não me recordo exatamente quando, vi Nossa Senhora que chorava, enquanto dizia: “Choro”. Eu lhe perguntei: “Nossa Senhora, porque choras ?”. Ela me respondeu: “Choro porque existem ainda tantas pessoas que não conheceram o Amor de Deus”. Após vários anos, Nossa Senhora dá a mesma mensagem a Mirjana e vem rezar com ela pelos que não crêem.

Comentário de Padre Lívio: Sabia-se que Nossa Senhora apareceu chorando a Marija Pavlovic em  26 de junho de 1981 com uma cruz negra a direita de seu ombro, enquanto convidava os homens à paz com Deus e entre si. Nossa Senhora também disse em uma mensagem que chorava lágrimas de sangue por cada filho que se perde no pecado.

A causa das lágrimas de Maria é a mesma para Jakov Colo e Marija Pavlovic. Trata-se da situação do pecado, que distancia os homens de Deus e o coloca em guerra contra si mesmo. Também em La Salette, em sua única aparição, Nossa Senhora apareceu em pranto irrefreável, sentada em uma pedra, com o rosto entre as mãos, como uma mãe desolada que verte lágrimas sobre a ruína de Seus filhos.

Padre  Lívio: Que impressão teve com Nossa Senhora chorando ?

Jakov: Também eu estava triste, muito triste, porque, conhecendo Nossa Senhora, conhecendo a Sua alegria habitual,  também tu te sentes triste e te perguntas que aconteceu, que coisa fizemos. Mas, no mesmo momento, sabes que coisa fizemos e sabes porque Nossa Senhora chora: chora por mim, pelos meus pecados, por este mundo.

Padre Lívio: Também por você ?

Jakov: Absolutamente. Também Ela chora por mim.

Comentário de Padre Lívio: Ressalto a grande maturidade espiritual de Jakov ao interpretar o choro de Nossa Senhora. Muitas vezes as lágrimas de Nossa Senhora se referem aos acontecimentos futuros, que abaterão o mundo. Jakov ao ver as lágrimas de Nossa Senhora, não se pergunta o que acontecerá. mas o que fizemos, e com grande segurança de juízo atribuias lágrimas primeiro a seus pecados, depois aos do mundo inteiro. A verdade é que não existe nenhuma catástrofe comparável ao que o pecado, com o qual perdemos a Deus e a nós mesmos, através da ruína da perdição eterna.

Padre Lívio: Mas, do rosto de Nossa Senhora descem lágrimas de verdade ?

Jakov: Sim, de verdade.

Padre Lívio: Quando uma pessoa vê Nossa Senhora chorando, que coisa deseja fazer ?

Jakov: Deseja ajudá-la e deseja que as lágrimas desaparecessem para sempre do rosto de Nossa Senhora  e voltasse aquele sorriso belíssimo.

Padre Lívio: E o que podemos fazer ?

Jakov: Podemos aceitar todas as mensagens que Ela nos dirige. A única ajuda é esta: abrir-se verdadeiramente para Ela, abrir-se em direção a Jesus, aceitar o que Nossa Senhora nos diz e depois ajudar aos outros, mas não como nós fazemos tantas vezes, frequentemente só falando, falando, mas ao contrário, testemunhando com a nossa vida.

Padre Lívio: Isto é, devemos enxugar Suas lágrimas sendo filhos fiéis.

Jakov: Ajudando a realizar aquilo pelo qual Nossa Senhora veio.

Se você quer saber mais sobre as aparições de Nossa Senhora para a vidente Mirjana encomende seu livro clicando no link abaixo:

www.meucoracaotriunfara.com.br

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *