Medjugorje é a Belém de nossa geração

Compartilhe!

Tempo de leitura: 6 minutos

Medjugorje é a Belém de nossa geração

Daniel Ange

Após completar um retiro de oração de três dias em Split, o carismático francês Daniel Ange veio até Medjugorje acompanhado de frei Josip Marcelic. Ficaram apenas um dia. Tivemos a oportunidade de falar com ele. Embora nossos leitores saibam que ele é um grande amigo de Medjugorje, pedimos a ele que falasse algo sobre si mesmo.

Eu sou um filho de Deus. Completei meu noviciado com os beneditinos quando tinha 17 anos de idade. Então fiquei 13 anos em Ruanda como missionário em uma comunidade monástica. Quando sai de Ruanda, terminei meus estudos na Suiça. Fiquei 8 anos recluso, como um eremita, nos Alpes Franceses. Depois disto, há cerca de 15 anos atrás, eu fundei uma escola de oração e evangelização. Já estive em 43 países e abri escolas de oração e de evangelização.

Quanto tempo o curso dura, quem se matricula nela e qual o conteúdo ?

O curso dura um ano, e os jovens participam deste programa. Muitos ficam um segundo ano, mas é sempre sua a decisão.

Você veio agora de Split ?

Sim, eu dei um curso sobre oração por três dias. Foi lindo. Foi especialmente belo e simbólico porque o curso aconteceu em um local que pertence ao exército. Eu falei sobre temas básicos da vida cristã e dos valores do Evangelho e particularmente enfatizei o tema – salvar vidas e proteger o amor. Estes assuntos eu considerei importantes, precisamente porque hoje a vida está comprometida.

O que é exatamente comprometer a vida e o amor hoje que precisam ser salvos e protegidos ?

A vida é atacada de todos os lados. Rezo para que a guerra que está acontecendo agora próxima de nós é apenas a expressão visível da horrível guerra invisível que está acontecendo contra as crianças nos ventres de suas mães. A criança não tem nada com o que se defender. Está completamente vulnerável. Não faz sentido falar de um novo mundo sem violência e guerra, pios todas as esperanças e desejos pela paz permanecerão inatingíveis enquanto a principal guerra contra a vida permanecer e esta terrível violência e injustiça infringida contra os não nascidos. Todos os direitos humanos desmoronam quando negam o direito à vida para as crianças não nascidas. A Igreja é o único lugar que restou na qual a vida é defendida incondicionalmente. O direito ao aborto no ocidente não é nada mais do que auto-destruição; em outras palavras, é uma batalha contra lucifer, o assassino dos humanos e Deus, que cria a vida.

Nós estamos próximos do ano 2000. É a celebração da encarnação. Satanás tornou-se furioso e luta contra a vida. O século mais sangrento da humanidade está chegando ao fim. Satanás levantou a sua ira contra a vida, por causa da celebração da encarnação que se aproxima, quando Deus mesmo tornou-se homem. Esta é a revolta de satã por não ter conseguido matar Jesus em Belém.

Isto significa que satã tem seus apoiadores ?

Certamente. Toda a cultura de hoje é certamente uma cultura da morte. Existe uma cooperação geral para a destruição da vida.

Após a aprovação do aborto, vem a aceitação da eutanásia, o assassinato legal do idoso e do doente. Pode-se sentir em todo lugar que a vida é totalmente desprezada e o valor da vida é medido por cálculos econômicos. Vale a pena o preço da vida ou não ? É a nova maneira totalitária.  Há mais e mais pessoas, que estão destruindo as suas próprias vidas, há cada vez mais e mais jovens, que não desejam viver, que não tem alegria em suas vidas porque, em suas mentes, existe a convicção de que a vida não tem sentido. Existem cada vez mais crianças nascidas após abortos. Eles foram concebidos onde a morte matou a vida. É provável que o fato da vida ter sido extinta cedo deixe consequências naqueles que nascem. As crianças nascem feridas. As mulheres estão feridas. Maria vem para curar todas estas feridas.

Você chama toda guerra de um efeito visível de uma guerra interna contra a vida ?

Quando criança, eu pessoalmente experimentei a guerra na França. Eu estive no Líbano, em Ruanda, e eu vi o que acontece em seus países.

É a sua terceira visita a Medjugorje, mas neste tempo você esteve aqui pouco tempo…

Eu lamento que eu não possa vir aqui mais frequentemente. Eu acompanho tudo o que está acontecendo. Eu encontrei pessoas em todo lugar, que receberam grandes graças e que mudaram suas vidas.

Nós ouvimos que você falou de Medjugorje em Split. Você fala em todo lugar que vai ?

É verdade. É a Belém de nossa geração. É o lugar onde muitos verdadeiramente nasceram de novo. Muitos vem aqui em perigo e feridos, e Maria é a Mãe da Vida. Ela é a Mãe de Deus. Muitos jovens vem aqui como órfãos e Maria é proclamada como Mãe que concede a vida de santidade, vida de acordo com o Santo Espírito.

Esta é uma chamada profética. Eu conheço Kibeho na Ruanda muito bem. Eu fui membro do comitê teológico. Em Ruanda houve também uma guerra terrível como teve aqui. Estas guerras aconteceram em locais onde Maria apareceu e clamou pela paz como o massacre das crianças inocentes em Belém. Satanás vem para matar onde a Mãe da Vida está fazendo o Seu trabalho.

Portanto, Maria está aqui também como enfermeira para a nossa geração ferida. Jesus cura e Maria é a que dá o remédio e cuida das feridas da alma. Isto é especialmente evidente na confissão. Eu chamo a confissão como uma cirurgia divina e Maria é aquela que gentilmente nos conduz e nos prepara para o procedimento cirúrgico.

Além disso, Maria visita nosso mundo e, deste modo Ela prepara o caminho para o Senhor que vem e prepara muitos dos que vem até aqui. Acho que os jovens que após uma peregrinação a Medjugorje dedicam um ano na nossa escola de oração e de evangelização, tornam-se percussores do Senhor como João Batista. Eles estão prontos para proteger a vida. Onde o amor não é protegido, ele perde o significado.

Nós agora precisamos fazer tudo para aceitar esta atualização, o segredo de Deus que tomou nossos corpos sobre Si Mesmo. O ano 2000 é, de fato, a atualização da encarnação, e não somente uma lembrança. O que acontece na quinta e sexta-feira santas é renovado durante a Missa de modo real. O mesmo acontece na celebração do ano 2000, a celebração da encarnação. O que acontece nos braços de Maria e com a força do Espirito Santo se repetirá em nosso tempo.

Se desejar algum produto vindo de Medjugorje CLIQUE AQUI

Se quiser ir conosco para Medjugorje, ligue ou mande whatsapp para (85)98706-0200

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *