Nossa Senhora de Medjugorje curou meu câncer durante o sono

Tempo de leitura: 4 minutos

Compartilhe!

Matéria original: https://www.lalucedimaria.it/dott-longo-medjugorje-guarito-da-tumore/?fbclid=IwAR0QPVVbXdHbEsOtnNsikpxHJkJSY0dlElQk4ibXnMuZZ6xiXGTdv6xy1xU

Desde quando em 24 de junho de 1981, começaram as aparições em Medjugorje, os documentos que comprovam curas, também os certificados médicos que atestam as curas inexplicáveis são centenas. Estão guardadas no arquivo da paróquia e estão a disposição dos fiéis que quiserem aprofundar e conhecer melhor os fatos que acontecem com a intercessão da Virgem.

Um daqueles testemunhos diz respeito a cura de um médico, o doutor Longo:

“Fui sempre uma pessoa saudável e trabalhei muito em minha vida. Na primavera de 1983 comecei, de repente, a sentir problemas e dores no abdômen. Tratava-se de sintomas que, como médico, me preocuparam. Decidi me submeter a uma série de análises e exames clínicos de modo a esclarecer a situação. As respostas confirmaram os meus temores. Todas as indicações apontavam para um tumor no intestino.

Na metade de julho, a situação piorou. Dores tremendas no abdômen, no estômago, perda de sangue, um quadro clínico preocupante. Fui internado de emergência na clínica Sanatrix em Nápoles… Tratava-se de uma cirurgia delicada. Em termos técnicos, fui submetido a uma colectomia esquerda. Um pedaço do meu intestino foi submetido a exame histológico. O resultado: tumor cancerígeno.

A resposta foi uma sentença de morte para mim. Como médico sabia o que me esperava. Me senti perdido. Tinha confiança na medicina, nas técnicas cirúrgicas, nos novos remédios, no tratamento por cobalto, mas sabia também que muito frequentemente, ter um tumor desses significava, encaminhar-se a um fim terrível, cheia de dores atrozes. Me sentia ainda jovem. Pensava na minha família.

Tinha 4 filhos e todos ainda estudantes. Estava cheio de preocupações e me agitavam. A única e verdadeira esperança naquela situação desesperadora era a oração. Somente Deus e Nossa Senhora poderiam me salvar. Naqueles dias os jornais falavam sobre o que estava acontecendo em Medjugorje e eu logo senti uma grande atração àqueles acontecimentos. Comecei a rezar, os meus familiares foram até Medjugorje pedir à Nossa Senhora a graça de que o tumor desaparecesse.”

A partir daquele momento e nos próximos seis anos, a situação clínica do doutor Longo piorou absurdamente, e ele chegou ao final de sua vida sem esperança de sobreviver, mais de uma vez, por causa da ferida em consequência da operação que não queria cicatrizar. Mas nunca deixou de invocar Nossa Senhora. Até que um dia: “Como sempre, antes de dormir rezava antes para Nossa Senhora lhe pedindo a graça de ser curado. De manhã, quando acordei, meu filho veio trazer os remédios. E eu tomado de espanto notei que a fístula não existia mais. A pele do abdômen estava perfeitamente enxuta, lisa, o furo tinha desaparecido. Não podia acreditar em meus olhos. Me senti inundado por uma alegria profunda. Lembro de ter chorado.

Chamaram os outros familiares e todos confirmaram o que tinha acontecido. Decidi logo ir até Medjugorje para agradecer a Nossa Senhora. Somente ELA poderia ter feito aquele prodígio. Nenhuma ferida pode ser curada de uma noite até a manhã seguinte. Muito menos uma fístula, que é uma ferida gravíssima e profunda, que vai do tecido abdominal até o intestino. Para a cura de uma fístula daquele tamanho, era para ser observado uma melhora lenta, dia a dia. Ao contrário, tudo aconteceu em poucas horas.

Em Medjugorje escrevi um cartão postal ao professor Zannini dizendo: estou finalmente curado, voltarei logo aí. Ao chegar em Nápoles, fui ao professor. Ele me examinou, me apalpou, me submeteu a pressão e ao final concluiu: “O senhor está permanentemente curado”. Está disposto a declarar que foi curado sem nenhuma intervenção cirúrgica e nenhum tratamento específico ? Ele me deu uma declaração de que depois de ter sido submetido a várias intervenções cirúrgicas e ter examinado e tratado aquela fístula que apareceu depois da operação me disse: “Atualmente a fístula está clinicamente curada sem nenhuma intervenção cirúrgica.”

“Depois da cura fui em peregrinação a Medjugorje 12 vezes. Sempre estou pronto a testemunhar a graça que recebi. Conto a minha jornada aos jornalistas de várias televisões. Eu não tenho dúvidas: como médico e católico estou convencido que minha cura veio por uma autêntica intervenção sobrenatural. A doença está documentada por um dossiê de exames, radiografias, laudos médicos e conclusões de um especialista de fama internacional. E a cura veio imediatamente, total e persistente no tempo.”

RESERVE LOGO O SEU TERÇO DE MEDJUGORJE QUE SERÁ LEVADO PARA A BENÇÃO DE NOSSA SENHORA EM MEDJUGORJE DIA 2 DE MAIO DE 2019. CLIQUE AQUI !!!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *